CBTU Recife recebe visita técnica de professores da UPE

Conhecer o sistema de supervisão e segurança do Metrô para poder, futuramente, replicá-lo. Esse foi o objetivo da visita técnica realizada na tarde desta terça, 05, por professores da Universidade de Pernambuco (UPE) e representantes da Usina Petribú S/A. Os visitantes puderam conhecer o Centro de Controle Operacional – CCO e o Centro de Controle e Monitoramento – CCM, localizados na sede da Companhia, em Areias.

“Hoje na Usina temos vários sistemas de controles, porém são eles separados, queremos ver se fazemos algo mais grandioso, como vimos aqui e na CHESF. A UPE está nos ajudando para termos uma solução, já temos uma área de vinte mil hectares, e precisamos de um acompanhamento muito intenso e refinado, que é difícil de ser implantado”, explica o diretor do Conselho da Usina Petribú, Jorge Petribu, que, além da CBTU, também visitou na terça a Companhia Hidrelétrica do São Francisco – CHESF.

Segundo Luis Cordeiro, professor da UPE, a intenção neste momento é de firmar um convênio Universidade-Empresa para aprimorar o modelo de gestão de todos os dez grandes processos da Usina. “Do mesmo jeito que o Metrô hoje supervisiona seus trens e sua estrutura, nossa ideia é propor para a Usina Petribú montar um centro de operação da fazenda agrícola, depois da Usina de cana de açúcar, e também para a usina termoelétrica, dentre outras áreas do grupo Petribú. Por isso os trouxemos para aprender com a CHESF e com centro de controle operacional do metrô e suas câmeras de monitoramento”, afirma ele.

O engenheiro da CBTU Florêncio Absalão, que acompanhou o grupo, destaca que esse tipo de interação com outros órgãos e instituições é muito positivo para a CBTU. “Esse projeto que está sendo feito entre a Universidade e a Usina é muito interessante e pode servir, inclusive, como inspiração pra gente também, para utilizamos em outros projetos nossos”, destaca.

Fonte: CBTU Recife.