Residência da UPE recebe premiação do Ministério da Saúde‏‎

O programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, com ênfase em Atenção à Saúde da População do Campo, oferecido pelos campus da Universidade de Pernambuco (UPE) em Garanhuns, recebeu o primeiro lugar, do Nordeste, no Prêmio InovaSUS – Gestão da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde (MS).

De acordo com a coordenadora do programa e professora da UPE, Wanessa Gomes, a importância do projeto é única no país, pela qualificação profissional na saúde do campo. “Além de oportunizar uma qualificação profissional aos residentes, beneficiará as comunidades rurais, visto que são a parte da população que possui um déficit na área da saúde”, destacou.

Para o Reitor da UPE, Prof. Pedro Falcão, o prêmio trata-se de um reconhecimento ao trabalho realizado pela Universidade. “Estamos democratizando o acesso à educação e à saúde, quando levamos residentes e futuros profissionais para perto de populações como as rurais e quilombolas”, ressaltou.

O objetivo do programa é superar a invisibilidade e negligência histórica da saúde da população do campo. O programa é uma formação para profissionais da saúde, graduandos em educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia, serviço social e terapia ocupacional.

A formação é realizada em parceria com as Prefeituras Municipais, através das Secretarias de Saúde, entidades sociais e representações de Comunidades Quilombolas. Conta, ainda, com o apoio da Escola de Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE).

A residência, implantada na unidade em 2015, já está na sua segunda turma e faz parte da formação dos estudantes nos últimos dois anos de curso.

PRÊMIO - Identifica, valoriza e premia experiências inovadoras implementadas pelos governos estaduais, municipais e do Distrito Federal; consórcios públicos e fundações públicas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Com Informações da Assessoria da unidade.